Normas de Publicação

NORMAS DE PUBLICAÇÃO

Para consolidar a nova linha de atuação da Revista DAE foram reformuladas as normas de publicação e diretrizes de seleção de trabalhos em função da inserção de novas formas de contribuição, apresentadas a seguir:

1. FORMAS DE CONTRIBUIÇÕES

1.1 Os manuscritos devem ser submetidos na língua portuguesa com título e resumo em inglês (tittle / abstract) .

1.2.ARTIGO ORIGINAL é uma exposição completa e original, totalmente documentada e interpretada, de um trabalho de relevância.

1.3 COMUNICAÇÃO corresponde a um trabalho sumário podendo corresponder a: (i) artigo com resultados ainda parciais; (ii) considerações sobre aspectos pouco abrangentes da área; (iii) desenvolvimento de considerações técnicas relativas a algum aspecto da engenharia sanitária e ambiental; (iv) ou alguma outra abordagem sumária pertinente, a juízo dos Editores.

1.4 ARTIGO DE REVISÃO corresponde a um artigo no qual é levantado o estado da arte de algum tema relevante e inovador na área de engenharia sanitária e ambiental, cuja abordagem deve ser suficientemente crítica e capaz de identificar avanços, lacunas e desafios científicos no tema, à luz da literatura nacional e internacional. Trabalhos de revisão sistemática e meta-análise podem ser incluídos nessa categoria de artigo.

1.5 PRÁTICAS OPERACIONAIS E DE EMPREENDIMENTOS tem como objetivo publicar trabalhos teóricos e aplicados, produzidos pelos técnicos da área operacional das companhias de saneamento básico com o intuito de promover a disseminação do conhecimento gerado dentro da mesma. Nessa seção serão aceitos trabalhos sem o rigor da estrutura acadêmica. Os trabalhos submetidos devem ser originais e não devem ter sido aceitos para publicação (ou publicados) por outras revistas, nem devem estar em processo de avaliação para publicação em outro meio. Além da originalidade e relevância, serão levados em conta a qualidade da apresentação (clareza, estilo e organização do texto) e a adequação do texto aos interesses do público leitor do periódico.

2. DIRETRIZES GERAIS PARA ELABORAÇÃO DE MANUSCRITOS

2.1 As contribuições devem ser preparadas pelos autores NO FORMATO DOC e com a NUMERAÇÃO DE LINHAS (recurso do Microsoft Word, no botão layout, numerar linhas). Após esses ajustes o arquivo deverá ser salvo NO FORMATO PDF para upload no sistema;

2.2 O texto integral do manuscrito não poderá exceder 14 (quatorze) páginas para ARTIGO ORIGINAL (antigo artigo técnico), 20 (vinte) páginas para REVISÃO DE LITERATURA, e 10 (dez) páginas para COMUNICAÇÃO (antiga Nota Técnica), atendendo ao formato estabelecido nos itens a seguir:

2.2.1 A primeira página deverá conter o título do trabalho, um resumo do artigo com no máximo,1000 caracteres (espaços inclusos) e a indicação de no máximo 7 (sete) palavras-chave, seguidos de suas traduções para a linha inglesa, incluindo o título;

2.2.2 O texto deverá ser formatado para um tamanho de página A-4, com margens superior, inferior, esquerda e direita de 2,5cm. As páginas deverão ser devidamente numeradas. Deve ser empregada fonte Times New Roman, corpo 12, exceto no título que deverá ter corpo 16. O espaçamento entre as linhas deverá ser simples;

2.2.3 Os gráficos, desenhos, figuras e fotografias devem ser denominados de “Figura”, numerados sequencialmente em algarismos arábicos e mencionados no texto;

2.2.4 Os quadros e tabelas devem ser apresentados sem linhas de grade e todas as abreviações e unidades, correspondentes aos termos usados, claramente identificadas. Todos os quadros e tabelas devem ser denominados “Tabela”, possuir título, ser numerados sequencialmente em algarismos arábicos e estar mencionados no texto. A tabela não poderá ultrapassar a dimensão de uma folha A-4;

2.2.5 Todas as tabelas e figuras devem ser identificadas/referenciadas segundo sua fonte de origem. Caso a tabela e a figura tenham sido elaboradas pelo próprio autor, não é necessário indicar a fonte.

2.2.6 As equações devem ser denominadas de “Equação”, numeradas sequencialmente em algarismos arábicos e com todos aos seus termos descritos no texto, incluindo as suas unidades ou dimensões;

2.2.7 As referências citadas no texto e listadas ao final do trabalho deverão estar de acordo com a norma NBR ABNT 6023/2002. O sistema de chamada (citações) ao longo do corpo do texto deve obedecer a NBR ABNT 10520/2002;

2.2.8 O corpo do manuscrito deve ser organizado segundo um encadeamento lógico, de acordo com a itemização "Introdução", Objetivos, "Metodologia", "Resultados", "Discussão", "Conclusões" e "Referências". Na redação não deve ser empregada a primeira pessoa e o estilo a ser adotado deve ser objetivo e sóbrio, compatível com o recomendável para um texto científico;

2.2.9 A seção de Práticas Operacionais e de empreendimentos não precisa seguir o rigor da estrutura acadêmica, mas deverá ter no mínimo, os seguintes subtítulos: Introdução, Objetivos e Referências.

2.2.10 IMPORTANTE: ao encaminhar o texto, o manuscrito não poderá conter os nomes dos participantes, nem currículos dos envolvidos, bem como qualquer identificação dos autores. Esta cópia não identificada é que deverá ser salva em PDF e encaminhada à coordenação editorial da Revista DAE através do Login, para ser submetida à análise pelos pareceristas. O procedimento é fundamental para garantir a total transparência e isenção na avaliação do material. Ao encaminhar o artigo, o autor deve ficar atento à formatação do texto. Pois, ao retirar as identificações, as páginas podem ficar desconfiguradas. É importante fazer uma revisão para que o layout não perca o formato pretendido;

3. SUBMISSÃO DOS ARTIGOS

3.1 A submissão de artigos para publicação na REVISTA DAE é total e exclusivamente online, pelo sistema de duplo cego (double blind peer review), e pode ser acessada por meio do registro de Login e Senha após cadastro na seção de autores, na página: http://www.revistadae.com.br usando a opção "Novo Usuário". Após estar cadastrado no sistema, o autor pode facilmente seguir as instruções fornecidas na tela. Será solicitada a a submissão de um único arquivo do manuscrito completo, sem identificação dos autores, em formato PDF. O autor poderá acompanhar, diretamente pelo sistema, a situação de seu manuscrito.

3.2 Ao fazer a submissão, o autor deverá indicar a seção na qual o artigo se enquadra, a qual deverá ser digitada no local indicado, sendo obrigatória a apresentação dos endereços eletrônicos de todos os autores.

4. DIRETRIZES E CRITÉRIOS GERAIS PARA SELEÇÃO DE MANUSCRITOS

4.1 Estarem relacionados e abordarem temas de relevante interesse à área de engenharia sanitária e ambiental;

4.2 Serem inéditos. Não serão aceitos trabalhos já publicados ou submetidos a publicação em outros periódicos exceto anais de Congressos que podem ser publicados em sua versão expandida;

4.3 Não serão aceitos trabalhos que se caracterizem como promoção comercial de marcas, produtos ou empresas.

5. PROCEDIMENTO DE ANÁLISE DE MANUSCRITOS

5.1 Após avaliação prévia, realizada pela coordenação editorial, os artigos serão encaminhados para, no mínimo, dois especialistas da área;

5.2 Os especialistas, a partir daqui chamados pareceristas, deverão efetuar a análise dos artigos e atribuir as seguintes classificações: aprovado, reprovado ou devolvido com sugestões de revisão e incentivo de nova submissão;

5.3 Um sistema de informações, especialmente desenvolvido para este fim, permitirá aos autores o acompanhamento de todas as fases do processo de análise e seleção dos artigos enviados;

5.4 O referido sistema de gerenciamento permitirá total isenção e transparência do processo seletivo, bem como confidencialidade de informações caracterizadas por exclusivo interesse individual;

5.5 Os pareceristas encarregados pela avaliação dos artigos não terão acesso aos nomes dos autores e vice-versa;

5.6 Os artigos aprovados serão listados pela ordem cronológica de aprovação. Esta listagem ficará disponível para consulta ao público em geral, na seção Artigos Aprovados, e será obedecida rigorosamente para escolha dos artigos encaminhados para publicação;

5.7 Em casos excepcionais de produção de edição especial temática, poderão ser coletados do banco de artigos aprovados, os compatíveis ao tema, para compor a edição especial fora da ordem cronológica de aprovação.

6. PROCEDIMENTO APÓS APROVAÇÃO

6.1 Após aprovação do artigo pelos pareceristas, o autor deverá aguardar orientações da equipe de gestão da Revista que solicitará o envio do arquivo em word, bem como todas as imagens, gráficos e tabelas em arquivo original em que foram criados para não perder a resolução necessária para a publicação;

6.2 Nesse envio após aprovação, o artigo deverá conter na primeira página o título do trabalho, o(s) nome(s) do(s) autor(es), sua(s) formação(s) acadêmica(s), a Instituição em que trabalha(m), cidade e estado da(s) respectiva(s) Instituição(s), e endereço eletrônico do primeiro autor e autor correspondente;

6.3 As figuras e ilustrações devem ser inseridas no arquivo do texto de maneira que possam ser editadas através do MS Word. Fotografias devem ser inseridas em resolução mínima de 300 dpi;

6.4 Agradecimentos, se houver, deverão ser incluídos somente na versão final do artigo aprovado para publicação;

7. ESTA REVISTA NÃO COBRA TAXAS DE PROCESSAMENTO NEM DE SUBMISSÃO DE ARTIGOS, E OFERECE ACESSO LIVRE IMEDIATO AO SEU CONTEÚDO, SEGUIDO O PRINCIPIO DE QUE "DISPONIBILIZAR GRATUITAMENTE O CONHECIMENTO CIENTÍFICO AO PÚBLICO PROPORCIONA MAIOR DEMOCRATIZAÇÃO MUNDIAL DO CONHECIMENTO".

8. LICENÇA ATRIBUIÇÃO - NÃO COMERCIAL 4.0 INTERNACIONAL CREATIVE COMMONS - CC BY - NC Os autores mantém os direitos autorais e concedem à Revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a LICENÇA ATRIBUIÇÃO NÃO COMERCIAL 4.0 INTERNACIONAL CREATIVE COMMONS - CCBY-NC que permite o compartilhamento do trabalho sem fins comerciais, com reconhecimento da autoria do trabalho e publicação inicial nesta Revista.

9. CRITÉRIOS PARA SOLICITAÇÃO E PUBLICAÇÃO DE REVISTA ESPECIAL TEMÁTICA

9.1 O critério estabelecido para a solicitação de edição especial é totalmente transparente com a política adotada pelo nosso periódico e qualquer instituição interessada pode solicitar a avaliação da COMISSÃO DA REVISTA DAE (revistadae@sabesp.com.br) sempre até o dia 31 de dezembro do ano corrente. O proponente faz a solicitação e a COMISSÃO DA REVISTA DAE checa no banco de artigos aprovados, quantos artigos naquele tema já estão disponíveis para a produção da edição temática especial. É necessário em torno de 15 artigos ou 200 páginas para a aprovação da edição temática.

9.2 Caso não exista o tema proposto ou a quantidade de artigos necessários seja insuficiente, o proponente pode submeter via Sistema, no endereço http://revistadae.com.br/site/login/ os artigos a serem avaliados com a indicação de que fazem parte de uma edição temática. Conforme sejam aprovados, os separamos para compor o volume solicitado.

10. IMPRESSÃO DO PERIÓDICO - Esporadicamente, poderá ser impresso para divulgação em congressos e outros eventos de interesse da área de saneamento a critério da mantenedora.*** DESDE 2016 O PERIÓDICO NÃO É MAIS PUBLICADO EM SUA VERSÃO IMPRESSA ***

OBS: Atualmente um trabalho leva, em média, de 1,5 a 2 anos para percorrer todos os trâmites até ser publicado.
Contato: revistadae@sabesp.com.br


< voltar