Histórico DAE


O lançamento da Revista DAE em 1936, então intitulada Boletim da RAE, constituiu um acontecimento pioneiro característico de uma época muito significativa do desenvolvimento da engenharia sanitária no Brasil. Nesse período, a Repartição de Águas e Esgotos de São Paulo assumiu o papel de uma verdadeira escola, de onde saíram grandes autoridades em sistemas de abastecimento e tratamento de águas e resíduos líquidos.

A Revista DAE está qualificada pela CAPES como periódico B2 (relevância média). Hoje a Revista DAE conta com um software de acesso livre, (Open Resource) que atende boa parte dos requisitos das principais bases de indexação, estando indexada a dois diretórios: Latindex e Diadorim.

Público-Alvo
Temos como público-alvo; profissionais das empresas de saneamento básico, docentes e alunos de pós-graduação, pesquisadores e gestores de instituições de ensino superior e de pesquisa, gestores de associações científicas e profissionais, dirigentes e técnicos de órgãos do Ministério das Cidades e do Meio Ambiente (Minc), do Ministério de Ciência e Tecnologia (MCT), bem como da Agência Nacional de Águas e demais órgãos envolvidos na formação de pessoal e produção científica.

A Revista DAE também é divulgada para organizações não governamentais que atuam na área de meio ambiente, para as empresas de saneamento públicas e privadas, para as universidades e bibliotecas que mantêm faculdades de engenharia, biologia e meio ambiente, para comitês de bacias, fornecedores de insumos voltados ao setor, representantes de classe, secretarias municipais e estaduais de saneamento e meio ambiente, sindicatos, representantes da vigilância sanitária, entre outros.


Missão: A Revista DAE tem por objetivo a publicação de artigos técnicos e científicos originais nas áreas de saneamento e do meio ambiente.

CONHEÇA O CONSELHO EDITORIAL


< voltar